Você já ouviu falar da carteira de trabalho digital?

Você já ouviu falar da carteira de trabalho digital? Provavelmente sim! Mas você sabe exatamente o que ela veio substituir?  A Carteira de trabalho digital veio substituir a carteira de trabalho física. Isso elimina um monte de papel que precisa ser guardado durante 10 anos pelas empresas.  Verdade!!! Os documentos trabalhistas precisam ser guardados por 10 longos anos. A empresa adotando o sistema do E-social ela pode aproveitar o benefício da Carteira de trabalho digital. Através do E-social as informações são registradas automaticamente na carteira de trabalho digital dos funcionários. Informações como: Controle de entrega de Carteira de trabalho Registro de férias, promoções, dissidio Livro registro de empregado Veja um pouco do que diz a Portaria SEPRT Nº 1065 DE 23/09/2019: Art. 5º Para os empregadores que têm a obrigação de uso do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas – eSocial: I – a comunicação pelo trabalhador do número de inscrição no CPF ao empregador equivale à apresentação da CTPS em meio digital, dispensado o empregador da emissão de recibo; II – os registros eletrônicos gerados pelo empregador nos sistemas informatizados da Carteira de Trabalho em meio digital equivalem às anotações a que se refere o Decreto-Lei nº 5.452/1943. Art. 6º O trabalhador deverá ter acesso às informações de seu contrato de trabalho na Carteira de Trabalho Digital após o processamento das respectivas anotações. Art. 7º A Carteira de Trabalho em meio físico poderá ser utilizada, em caráter excepcional, enquanto o empregador não for obrigado ao uso do eSocial. Verifique junto ao seu contador se sua empresa está no E-social e aproveite para diminuir a...

Tenha Esperança!

Esses últimos dias ando bem corrida, Graças a Deus muito trabalho, ajudando muitas empresas a entenderem o cenário dos seus negócios no meio dessa crise mundial. Criando planos de estratégia para os clientes e também para a minha empresa. Cada um de nós temos uma expertise em uma área. Eu aprendo com o pessoal do RH em como nesse momento manter colaboradores motivados. Impressionante como até a resposta do bom dia da pessoa já nos diz como ela está e chama nossa atenção a cuidar dessa pessoa para que no decorrer do dia ela consiga se reerguer e voltar a esperança. Sou contadora e meu papel na visão de muitos, infelizmente, é que somos despachante do governo. Mas a realidade é que somos, contadores, gestores indiretos do negócio do cliente, psicólogos indiretos dos nossos clientes e colaboradores, médico das empresas! Não se sinta desesperançado nesse momento. Peça ajuda! Busque seu contador, e se no momento você não tiver esse suporte, pode me procurar, não como uma pessoa que você terá que contratar mas sim como um colega de negócios que deseja ver a sua empresa VIVA. Um abraço e fique firme!!! Kelly Nery CEO MEGGA...

A SONEGAÇÃO NA VISÃO DO EMPRESÁRIO

Quem nunca ouviu falar da omissão de informações ou o não pagamento de impostos como uma estratégia de sobrevivência? Desde que entramos no mundo empresarial, presenciamos essas ideias em reuniões formais ou em conversas de “boteco” sobre como não é possível manter uma empresa tendo o governo como sócio. Falando claramente, todas estas conversas nos levam apenas a uma só situação: a sonegação. Mas antes que você desista de ler acreditando que irei falar mais do mesmo, eu não vou. Para começar eu não sou contador, sou empresário. E assim como você, sei, por vivência – assistida e própria – que não é esse o caminho.   Existem muitos artigos que tratam das consequências legais desta prática e como a empresa, e em certas circunstâncias, os próprios empresários podem ser responsabilizados. Porém, este não é o objetivo deste texto. Escrevi esses parágrafos para tentar alertar os empresários e gestores de que a sonegação de impostos não pode ser usada como uma estratégia empresarial para a perpetuação do negócio. É preciso entender que essa manobra quando executada de forma sistemática, deve ser encarada, não como uma expertise, mas sim como um sinal de graves problemas de gestão.   Não é possível financiar uma operação por meio da sonegação. É muito comum no meio empresarial as reclamações contra a elevada carga tributária cobrada pelo Governo e o seu uso como muleta para justificar o não pagamento dos tributos. Realmente, temos um sistema fiscal complicado e injusto, que custa muito caro ao empresário. Imposto é um “mal” necessário em um jogo democrático. É a principal fonte de renda dos Governos para serem...

Como criar uma rotina de reuniões produtivas na empresa?

Os tipos de reuniões empresariais Basicamente, existem alguns tipos de reuniões empresariais que se diferenciam por seus objetivos, e devem ser empregados na empresa apenas quando houver necessidade. São eles: #1 Reunião para tomada de decisões É aquela reunião em que o líder expõe dados, opiniões ou problemas para que os presentes (gestores e colaboradores) encontrem diferentes soluções e respostas. #2 Reunião informativa Com as decisões tomadas, essa reunião tem o objetivo apenas de informar aos participantes sobre as decisões para que os esforços de cada um sejam corretamente direcionados. Desse modo, os processos tornam-se mais eficientes, assim como o alcance de resultados positivos. #3 Reunião de feedback Essa é uma rápida reunião para dar o feedback aos colaboradores, ressaltando as melhorias e o que ainda precisa ser ajustado. #4 Brainstorming É uma reunião mais informal que visa estimular a geração de ideias, buscar soluções inovadoras, promover melhorias por meio de um debate saudável e provocar transformações. Essa reunião explora a criatividade dos participantes de maneira bem estruturada e, ao mesmo tempo, lúdica. #5 Reunião de treinamento São encontros de orientação e treinamento de novos colaboradores ou que estejam migrando de departamento ou função, para que entendam os processos da empresa e como devem realizar suas tarefas. #6 Reunião formativa Esta reunião é ministrada por especialistas em determinado tema e tem como objetivo aprimorar as habilidades dos colaboradores através do repasse de procedimentos e conhecimentos. Os tipos de reuniões que você não deve realizar Se, por um lado, existem reuniões produtivas que você deve fazer em sua empresa, também há aquelas que muitos CEOs e gestores insistem em realizar, ainda que tenham as melhores intenções. #1 Reuniões longas Reuniões...

Imposto de Renda Taxista e UBER

Os prestadores de serviço de transporte de passageiros tem um benefício na base de cálculo do IRPF, essa categoria tem uma isenção de 40% sobre os rendimentos tributáveis recebidos. Além desse benefício essa categoria também pode abater algumas despesas específicas da sua base de cálculo.   Para isso é necessário que o prestador de serviço preencha o livro caixa, preferencialmente com a assessoria de um contador, onde controle os valores recebidos e as despesas pagas guardando os comprovantes de tais despesas. As despesas que podem ser deduzidas da base de cálculo são: IPVA e taxas de licenciamento, combustível e gastos com manutenção e limpeza do veículo, gastos com o telefone e nos casos dos prestadores de serviço da UBER Brasil o valor pago de comissão também poderá ser abatida. Se você é prestador de serviço de transporte de passageiros e ainda tem dúvida sobre sua declaração de imposto de renda e não quer ter problemas entre em contato conosco....
Tem alguma dúvida? Vamos conversar