Imposto de Renda Médicos Pessoa Física

Ao optar por atuar como profissional liberal, isto é, como autônomo, o médico deve emitir os recibos, obrigando-se, no entanto, a manter o livro caixa, obrigatório para quem, como pessoa física, recebe rendimentos também de pessoas físicas.

O livro caixa torna-se a contabilidade do profissional médico, registrando todas as entradas e saídas de dinheiro, preferencialmente com a assessoria de um contador, mantendo os dados atualizados para a declaração de imposto de renda.

Quais despesas são dedutíveis?

Como médico pessoa física, o profissional só pode considerar como despesas profissionais as que forem relacionadas diretamente com sua atividade, autorizadas pela Receita Federal, como, por exemplo, aluguel, condomínio, pagamento de funcionários, energia elétrica, telefone, água e o material aplicado no exercício de sua profissão.

médico pessoa física, portanto, irá fazer a apuração do imposto de renda a pagar somando as receitas e subtraindo as despesas profissionais dedutíveis, chegando ao resultado do seu rendimento líquido, que é o valor usado para recolhimento do imposto de renda. Além do imposto de renda, o médico pessoa física também deve se preocupar com o registro anual do CRM — Conselho Regional de Medicina e as obrigações com a prefeitura, como alvará, por exemplo.

Prestamos serviços contábeis para você Profissional da Área da Saúde, seja você pessoa Física (profissional autônomo) ou Pessoa Jurídica  (empresa).

A maioria dos profissionais da área de saúde tem dúvidas sobre a real tributação incidente sobre a sua atividade como empresa para prestar serviços médicos para hospitais ou a abertura de clínica médica para tributar o seu rendimento como pessoa jurídica, pode ser vantagem em relação ao trabalho autônomo.  Consulte-nos teremos imenso prazer em lhe ajudar nesta analise. 

Tem alguma dúvida? Vamos conversar